The Witcher 3 | 77 horas de gameplay e sequer toquei sua superfície…

Vivemos hoje em um ambiente comum onde a maioria dos lançamentos se vendem ou tentam se encaixar no gênero mundo aberto, alguns anos atrás esse termo era conhecido por jogos como GTA ou no caso dos mais saudosistas, os jogos da série Zelda. Somos testemunhas de uma nova era nos vídeo games, muita atenção vem sendo dada para a tecnologia VR e por consequência seus hardwares potentes que podem ou não finalizar a geração de uma forma mais rápida e cruel do que poderíamos ter imaginado. Por outro lado não existe algo mais prazeroso do que ver uma promessa sendo cumprida e compartilhada de forma tão eficiente. Como dito no título desse post, tenho cerca de 77 horas de gamplay em The Witcher 3, apesar ser um tempo razoável para sua campanha e muito tempo quando comparado com outros jogos, sinto que sequer toquei no que realmente deve ser revelado, tentarei dividir minhas impressões e mostrar o que existe de tão fascinante nesse mundo criado pela CD Projekt Red.

  • A busca por Cirila

Assim como o próprio nome mostra, The Witcher 3: Wild Hunt é o terceiro jogo de uma série que vem se consolidando durante um bom tempo, tendo sempre como base a série de livros de fantasia Wiedźmin, do escritor polonês Andrzej Sapkowski. Temos aqui uma história cheia de mistérios e pontos complexos que ao longo de suas horas acabam sendo desenrolados e por fim nos imergindo ainda mais no seu mundo. No início da história do game temos como tarefa principal a busca por Cirila, uma jovem em formação para se transformar em uma caçadora de monstros. Ciri nada mais é do que a filha adotiva de nosso protagonista, Geralt de Rívia, o elo entre ambos é tão grande que acaba sendo mais do que o suficiente para ser nosso motivador. Buscando mantê-la em segurança, enfrentaremos os mais diversos desafios para encontrar notícias e pistas dos locais por onde percorreu, os motivos de seu desaparecimento e por fim, descobrir qual é o seu objetivo. Por mais que a localização de sua filha seja primordial e motivo suficiente para sua busca, temos na história um peso ainda maior que tem como objetivo acelerar seu pensamentos e suas ações. Apesar de ser uma adulta, Ciri esta em perigo, não somos os únicos em sua busca, A Caçada Selvagem, um exército fantasma cuja mitologia representa o “começo do fim do mundo” também esta em seu encalço. Com 77 horas de gamplay, posso dizer que sei um dos motivos para a caçada de Ciri, no entanto não vou comentar aqui, seria apenas um pequeno spoiler, mas não deixar de ser spoiler. Além da história principal, The Witcher te prende com inúmeras side-quests que são tão profundas quanto, servem para te posicionar sobre o que acontece nas cidades e também para evoluir seu personagem, tornando as quests principais mais acessíveis e divertidas.

  • Um verdadeiro mundo aberto

Apesar de apresentar personagens densos e um objetivo muito convincente, em minha opinião o maior ponto de destaque de The Witcher 3 é o seu mundo, não tenho como comprovar usando dimensões apropriadas, mas esse é sem dúvida o maior mapa onde eu me aventurei ao longo desses anos. Não sei ao certo se isso é verdade, mas algumas informações apontam que o mapa total de The Witcher 3 é maior que os de GTA V, Elder Scrolls V: Skyrim e Red Dead Redemption combinados. Quem jogou esses games sabe como seus ambientes são vastos, ter algo assim focado em uma unica história é espetacular mas ao mesmo tempo preocupante. Um dos meus grandes medos em relação ao jogo eram os possíveis e necessários carregamentos ou a falta do que fazer nesta vastidão.

The Witcher Mapa

Quando eu disse acima que o maior ponto de destaque de The Witcher 3 é o seu mundo, meu comentário tinha como base a superação desses dois pontos. A partir do momento que o jogo é carregado você pode se deslocar a vontade sem precisar esperar telas de loadings ou até mesmo presenciar texturas ou objetos surgindo, esse, é um jogo audacioso mas muito bem criado. O outro ponto também é abordado muito bem, apesar de possuir suas cidades principais, os campos e caminhos são cuidadosamente alinhados com novas vilas, assaltantes, monstros, cavernas e segredos. Tudo é acompanhado por um lindo motor gráfico que através das horas do dia proporciona momentos inesquecíveis. Abaixo uma pequena galeria de momentos in-game capturados pelo meu Xbox One mostram como essa variação é calorosa e épica.

Como você deve ter imaginado, esse é um verdadeiro RPG, o game traz muitos diálogos, muitas escolhas, inúmeros itens para serem coletados e principalmente, uma gama enorme de histórias relevantes. O segredo de Witcher está exatamente aqui, suas quests, contratos de bruxo e side quests são excelentes. Se aventurando neste mundo você acabará encontrando momentos que te deixará intrigado, surpreso, risonho e por fim satisfeito. Me lembro da primeira grande side quest que peguei, a busca pela mulher e filha do Barão. Para cumpri-la você deve cavalgar por vários locais, lutar com aberrações, achar pistas e buscar a verdade, mas apenas em uma outra quest que de primeiro momento não estava interligada tudo vem a toda, junto vem aquele sentimento de surpresa e euforia, algo notável. São momentos assim que te prende na busca de novas experiências e consegue conduzir o gameplay de forma coesa e em uma linha de aprendizagem nítida e gratificante. São diálogos bizarros como o da quest “Frigideira da Vovó” que te faz rir e explorar o mundo.

  • O veredito, “até o momento…”

The Witcher 3 é um jogo fabuloso, promete e cumpre tudo com louvor, seja nas suas histórias, personagens, trilha sonora ou combate. Nos últimos meses recebeu um upgrade em seu poder gráfico e algumas DLC´s. Apesar de não ter terminado ainda, me sinto muito satisfeito de ter gasto tantas horas em tantos momentos inesquecíveis. Segue abaixo o trailer de lançamento.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s